My weakness

O Aquiles tem seu calcanhar, o Superman sua Kriptonita.

Mulherzinha MODE ON

Eu já me declarei para o Marlon Brando aqui, mas esses dias lembrei de outra mulherzisse. Sabe aqueles filmes que você assiste uma vez e depois de novo, de novo e de novo? Um que me faz parar tudo e ficar em frente à TV é Notting Hill. Foi assistindo esse filme que eu contraí uma paixonite pelo Hugh Grant. Não sei especificar o que foi. Talvez os olhos azuis e o sotaque britânico, talvez Londres ou então a ingenuidade do personagem em achar que uma estrela de Hollywood se apaixonaria por ele. Não sou fã de comédias românticas e nem fico esperando por um final feliz mas esse filme me faz ficar agoniada querendo saber o que vai acontecer (mesmo que eu já saiba).

Mas não é só o ator ou a história. É o ator, a história e a música. Esses três elementos se complementam e criam um final quase-perfeito (perfeito seria se eu estivesse no lugar da Julia Roberts). Fosse fora desse contexto, provavelmente eu acharia a música melosa demais, brega demais ou velha demais. Mas para mim ela é perfeita.

O audiovisual opera milagres.

Mulherzinha MODE OFF

  • Tieteense

    Só não sei como você foi acabar com um careca, branquelo, com fundos de garrafa e estranho como eu. Deve ter sido a música. 🙂

  • Cristiane Lopes

    Notting Hill é o filme que eu posso chamar de meu… Já assisti um milhão de vezes e nunca me canso.
    Um dia vou pra Inglaterra conhecer esse lugar!