Cinquenta tons de cinza (e mais alguns)

Num sábado à tarde estava dando uma volta entre as prateleiras de uma livraria quando comecei a reparar na grande semelhança entre as capas de alguns livros. Todos eles de alguma forma faziam alusão à trilogia Cinquenta tons de cinza. Não pensei duas vezes e comecei a fotografar.

Em todos os volumes a cor que predomina é a cinza (e seus vários tons). As palavras usadas nos títulos denotam uma sensação que fica entre o prazer e a dor com um leve toque de inocência e submissão dando a entender que o narrador é daquele tipo que quer muito, mas não tem coragem de admitir. Era mais de uma dezena de livros, mas no final fiquei com a impressão de ter fotografado o mesmo livro, apenas variando os ângulos.

Não li Cinquenta tons… e nenhum desses outros títulos. Não sei se são bons ou ruins, nem sei quem são os autores, o que sei é que de repente parece que só serei uma mulher realizada se:

– tiver um caso com um milionário, ou similar;

– for totalmente submissa a ele;

– e mesmo que queira muito uma boa trepada noite de amor, devo fazer de conta que não é comigo.

Engraçado que este tipo de literatura sempre existiu mas atendia pelo nome de Sabrina e Julia. E mulher que lia esses livros era (classificada como) ingênua e/ou mal comida. Mas agora quem lê Cinquenta tons… e seus genéricos (pois tá no jornal, tá na Globo! tá na Veja!) é esclarecida, moderna e atualizada (além de sexy e poderosa).

Vai entender.

2013-03-02 15.59.41

 

O que você quiser – envolvida por um bilionário

(e quem não ia querer?)

 

 

 

 

2013-03-02 16.01.21

 

 50 versões de amor e prazer

(olha o número mágico aí)

 

 

 

 

 

2013-03-02 15.59.17

 

A Casa da Submissão – Uma história cinquenta tons acima

(abaixo, de lado, de ponta cabeça…)

 

 

 

 

2013-03-02 16.00.39

 

Valentina – na câmara escura

(pra quem tem vergonha de tirar a roupa)

 

 

 

 

 

2013-03-02 16.00.23

 

A noiva despida – Quais são os limites do desejo?

(pra quem quer esperar até o casamento)

 

 

 

 

2013-03-02 16.00.53

 

Toda sua – Ele me possuiu e eu fiquei obcecada…

(essas são perigosas)

 

 

 

 

2013-03-02 15.59.32

 

No limiar do desejo – Render-se ao prazer só é libertador se você se entregar por completo

(humrum, por completo, sei)

 

 

 

 

2013-03-02 16.07.33

 

Não posso me apaixonar – às vezes resistir é impossível…

(e se você for profissional do sexo, pode acabar com sua carreira)

 

 

 

 

2013-03-02 15.56.49

 

Amante renascido

(the walking dead?)

 

 

 

 

 

2013-03-02 15.58.56

80 dias – a cor da luxúria

(50 tons, 80 dias, é o sexo indo para a área das exatas)

 

 

 

 

 

2013-03-02 16.00.08

 

falsa submissão 

(aquelas que não se comportam nem apanhando de cinta)

 

 

 

 

 

2013-03-02 16.01.37

 

Bem profundo

(precisa comentar?)