A festa do garotinho questionador

JH estava prestes a completar um aninho e é, claro, teria festa. Mas como não sou mãe normal (fui aquela grávida que, vejam só, não quis saber o sexo do bebê) fugi dos temas infantis do momento (da Porca, da Galinha, da Princesa Congelada e até da minha querida Luna) e comecei a pensar em algo original, com cor e cheiro de feito em casa, mas sem perder o “glamour” de uma festa decorada com capricho. Juntando minhas parcas experiência e talento nas artes manuais, arregacei as mangas e, depois de quase ficar louca, consegui chegar próximo do que eu queria.

Tema: Armandinho. A nossa história com o personagem escolhido vem desde a barriga. No lançamento de um dos livros, o pai do JH contou ao Alexandre que eu estava grávida e ele, carinhosamente, nos presenteou com uma tirinha autografada que foi devidamente emoldurada e agora faz parte da decoração do quarto do nosso filho. Meses depois, já com JH nos braços, fomos a mais um lançamento e assim conseguimos o primeiro autógrafo do meu pequeno. Mas Armandinho não é Peppa, não existe decoração do Armandinho à venda nas casas de festas. O jeito era personalizar a festa. Fiz alguns orçamentos de personalizados e vi que não era pro meu bolso. O jeito era fazer eu mesma algumas coisas e terceirizar o que eu não tinha talento/tempo para fazer.

mesa prontaBonecos e toppers: Pegando uma indicação no FB cheguei até a Luadicor. Vi alguns de seus trabalhos em feltro na fanpage, gostei e perguntei se ela conseguiria fazer com o tema escolhido. Ela topou e o resultado não poderia ter sido melhor.

armandinhoAdesivos das lembrancinhas e desenhos do Armandinho nas garrafinhas: Para esses eu recorri a uma gráfica, a Print It. Precisei pagar pela diagramação, a parte mais cara. Eu mesma colei os adesivos nos saquinhos e cortei os desenhos do Armandinho.

docegarrMini-toppers para os docinhos e cupcakes, toppers e etiquetas de coração para as garrafinhas: Fui de DIY. Comprei cartolina, papel de scrap, furadores em formato de coração e de sapinho e fui fazendo aos poucos. Gramadinho da Casa China, sapinhos simpáticos e porta retratos a R$ 6,99 cada na Daiso em São Paulo. As bandeirinhas com o nome fiz com cartolina e folha para scrapbook e arrematei com uma bandeirola em ponto cruz (usei lã) em formato de coração.  E usei muita, mas muita cola quente.

IMG_20160222_214307656 IMG_20160222_214324457 IMG_20160222_214458481 IMG_20160222_214808934 IMG_20160222_215315102Biscoitos decorados: Conheço a Dani (Carinho de Comer) de um curso de espanhol que fizemos na mesma turma mas foi meu marido que deu a dica de que ela estava trabalhando com biscoitos decorados. Contei pra ela qual era o tema, ela fez algumas amostras e fechamos negócio. Os biscoitos ficaram lindos, tão lindos que nem dava coragem de comer (mas comemos, e estavam ótimos).

FB_IMG_1456235177382 FB_IMG_1456235186316Bolo: A Glaucia (Bolo Artísticos Glaucia Cristina) foi outra indicação que “emprestei” no FB. Os bolos que ela faz são lindos mas uma foto me chamou a atenção: era um bolo da Turma da Monica, em do jeito que eu queria. Depois de várias trocas de mensagem (além de talentosa ela é muito paciente) chegamos a um modelo e um tamanho que dariam certo já que a intenção era que o bolo fosse todo comestível. Deu certo, ficou lindo e todos os convidados pensaram que se tratava de bolo cenográfico.

boloCupcakes: Já estava certa de encomendar os cupcakes num lugar mas a moça iria viajar na data da festa e me indicou outros dois lugares de confiança. O primeiro não cabia no meu bolso então fui conhecer a Dolce Shop. Comprei alguns cupcakes tradicionais para provar em casa: deliciosos. Escolhi os sabores e a quantidade. Ficaram lindos na mesa.

IMG-20160223-WA0011Docinhos: Como a ordem era economizar, peguei em panelas e fui fazer os beijinhos e brigadeiros tradicional, amendoim, doce de leite e leite ninho. Fiz por volta de 500 docinhos. Comecei uma semana antes das festa e fui congelando.

Chocolates e lembrancinhas : Minha mãe fez os alfajores em formato de coração para colocar na mesa e também os redondos para as lembrancinhas.

Complementos: para o painel atrás da mesa cortei vários círculos de papel kraft e alguns de papel colorido e fui sobrepondo na parede. Ao lado pendurei algumas lanternas japonesas coloridas. Para a toalha eu comprei dois metros de chita, minha mãe cortou em dois pedaços e fez a bainha então coloquei os dois cortes de tecido sobrepostos na mesa previamente forrada com papel kraft. Comprei flores “mosquitinho” e fiz dois arranjos com garrafinhas de vidro. As mesas dos convidados eu forrei com papel kraft, carimbei “permitido desenhar” e deixei sobre as mesas conjuntos com 3 giz de cera. Deu certo essa ideia pois quase todas as mesas acabaram sendo decoradas com o talento dos convidados, até dos adultos.
Para as comidinhas salgadas minha mãe fez mini esfirras, uma amiga do trabalho fez duas formas de empadão, outra amiga fez patês de frango e atum para servir com pão, fiz cachorro mini pãezinhos com salsicha e também pão de queijo.

IMG_20160223_110731Contação de histórias: para fugir da tradicional dupla piscina de bolinhas + pula-pula decidimos contratar a Fafá que divertiu crianças e adultos com várias histórias mas a melhor foi “Até as princesas soltam pum”.

IMG_20160223_110251 IMG_20160223_110314 IMG-20160223-WA0000Não saiu tudo como eu havia planejado na minha cabeça (acho que nunca sai), fiquei cansada, mas todos elogiaram a festa e já perguntam pela próxima. Dou um sorriso e respondo: marquem na agenda, em algum dia de fevereiro de 2025.

(tá, talvez aconteça antes)