It all ends

Faz mais de dez anos mas ainda lembro a primeira vez que segurei Harry Potter e a Pedra Filosofal na mão. Olhei a capa, verifiquei o conteúdo da  contra-capa, li a primeira página e alguma coisa naquela prosa clara chamou minha atenção. Eu podia não ter mais onze anos mas a história me deliciava como se tivesse. Realmente, sair do meu mundo trouxa e embarcar com Harry no Expresso de Hogwarts com direção a Hogsmeade era tudo o que meu lado criança desejava. E por mais de uma década, primeiro com os livros e depois com os filmes, senti a magia mais perto de mim.

A série acabou, Harry Potter cresceu e agora nos sentimos um pouco órfãos. Mas ainda assim fico feliz por ter tido a chance de acompanhar a saga. Um dia vou tirar da estante meus livros cobertos de poeira, vou sentar no sofá e deixar a magia me envolver…uma vez mais.

“Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?”